Ecos do Dharma

Ecos do Dharma

Ecos do Dharma é uma coletânea de textos universais e das várias tradições religiosas, que conduzem à reflexão, tendo como finalidade enaltecer e difundir conceitos que são identificados com o novo Dharma, ou seja, o Suddha Dharma. "Ecos do Dharma" é editado pela Grande Síntese, por iniciativa dos Fomentadores da Justa Ação.

Quinta, 04 Dezembro 2014 11:46

Espiritualidade Politicamente Consciente

Carta de Asthar Sheran ao Povo Brasileiro!

Saiba o que está por trás dos resultados eleitorais.

Saudações! Eu sou Asthar Sheran e venho em Missão de Paz!

Desejo trazer-lhes conforto em seus corações, neste momento em que seu amado país encontra-se dividido entre amarguras e alegrias, afirmando que eu estive, estou e estarei no Comando, não apenas nos seus processos eleitorais, como também em outros, a fim de garantir que a Luz seja mantida, não apenas no Brasil, mas também em toda a Terra.

Sexta, 06 Junho 2014 12:41

José do Egito

Falar através de metáforas facilita a comunicação da mensagem e, oferece a oportunidade para que cada pessoa interprete a história a partir das ferramentas que dispõe.

Então vamos falar sobre um tema que, certamente, muitos já conhecem: a analogia que há entre a vida e trilhar um caminho, observar nosso próprio percurso... olhar e tentar entender os desafios, as derrotas, as vitórias; nossas e de todos a nossa volta.

“Tudo que emancipa os homens é verdade, todo o resto é falso”: carta do filósofo libertário russo Mikhail Bakunin.


O autor é o famoso filósofo e ativista russo do século XIX, um dos fundadores do Anarquismo, Mikhail Aleksandrovitch Bakunin (1814-1876), mas os escritos abaixo são de um documento pessoal, endereçado ao seu irmão Pavel (Paulo, em português), e ao invés de falar (estritamente) de assuntos políticos, é uma carta com afirmações particulares de Bakunin sobre a vida, o amor e a absolutamente fundamental liberdade do ser humano. “Amar é desejar a liberdade, a completa independência do outro: o primeiro ator de verdadeiro amor é a completa emancipação do objeto amado”, diz ele, em um trecho. Redigida em Paris, em 1845, bem antes do período em que foi preso por sete anos e depois exilado na Sibéria, a carta tem essa impressionante atemporalidade, e, talvez até mais do que em nosso tempo, tem uma força de manifesto e de ímpeto pessoal que, talvez mais até do que comunicar, inspira nossos tempos.

Terça, 29 Outubro 2013 17:41

As Leis Fundamentais da Espiritualidade

Primeira Lei:

“A pessoa que cruza nosso caminho é a pessoa certa”

Isso significa que nada ocorre por acaso em nossas vidas. Todas as pessoas que nos rodeiam, que interagem conosco, estão ali por uma razão, para que possamos aprender a evoluir em cada situação. Lembremos que, tanto aquelas que nos trazem experiências benéficas e agradáveis, como aquelas que protagonizam experiências maléficas e desagradáveis, ambas nos propiciam lições importantes para nosso crescimento no processo evolutivo.

Domingo, 22 Setembro 2013 18:52

Fique Sabendo - Uma Nova Civilização

A Nova Civilização do Terceiro Milênio está iminente e urge lançar-lhe os fundamentos conceptuais. Não mais guerra, mas paz; não mais antagonismos e egoísmos individuais e coletivos, destruidores de trabalho e de energias, mas colaboração; não mais ódios, mas amor. Cumpra cada um o seu dever e a necessidade de luta cairá por si.  A inversão de vossas atuais leis biológicas e sociais é completa. Os sistemas das leis formais e exteriores já deram todo o seu rendimento. É necessário passar ao sistema das leis substanciais interiores, que não funcionam por coação e repressão a posteriori, mas por convicção e prevenção; que agem, não depois da ação, tarde demais no campo das conseqüências e dos fatos, mas antes, na raiz da ação, no campo das causas e das motivações.

«InícioAnt12345678910PróximoFim»
Página 1 de 21